terça-feira, dezembro 13, 2011

Mamãe está de volta!

Eu a algum tempo resolvi deixar o blog de lado. Foram tantas coisas que me fizeram fazer isso. Mas a principal foi a exposição do meu filho.
Bom, resolvi voltar pelo seguinte motivo. Ganhei muitas amigas-mães por aqui e acho que posso ajuda-las e elas a mim como sempre foi.
Não pretendo postar fotos do meu amado filho. Mas pretendo encher este blog de amor, cuidado e carinho!

quinta-feira, julho 07, 2011

Sorteio no Blog da Tati

Tem coisa mais gostosa que participar de sorteio? Ainda mais qdo é para deixar o nosso filho mais lindo e cheiroso! É por isso que o Blog da Tati está sorteando um kit da marca cheirinho de bebê
Passe lá! 


http://ahistoriadomeubebe.blogspot.com/


Eu já me inscrevi.. quero meu Thiago cada vez mais cheiroso!



segunda-feira, julho 04, 2011

Sem fotos do Thiago no blog + os produtos que mais desejamos

Resolvi não postar fotos do Thiaguinho para preservar meu filho. Acho melhor pra mim e pra ele.
Existem muitas pessoas que olham com um olhar nao muito agradável, e eu nao quero isso.

Estava pensando aqui o tanto de coisa que quero comprar para o meu filho. O probs é a grana.
Eu gostaria muito de comprar todos os brinquedos possíveis pra ele. Mas vou esforçar para dar tudo do bom e do melhor pra ele. Mas existem produtos que mais desejamos como as fraldas de boa qualidade, os melhores shampoos, sabonetes e todas as coisas que um bebê precisa.
Será que vcs são como eu q sempre q sai traz algo para o filho? Eu nao consigo sair e voltar de maos vazias!
Como fazer uma bela economia qdo vc quer comprar td que é bonitinho para o seu filho?

quarta-feira, junho 29, 2011

Mãe pergunta, mãe responde

Resolvi criar um grupo no Facebook chamado Mãe pergunta, mãe responde para tirar minhas muitas dúvidas com outras mamães. E esse grupo tem sido muuuuuito bom! Estamos conversando tanta coisa que esse mes eu já vou levar uma lista de perguntas para a pediatra.
Se vc quiser entrar tb o link é Mãe pergunta, mãe responde

Essa semana meu pequeno teve sua primeira virose. Ah eu não gostei nadinha.. ele vomitou e teve diarréia. Levamos na urgencia e o médico disse que duraria até 7 dias... oq????? Pois é.. imagina como a mamãe está... to dando agua de coco, soro e a mamadeira o médico pediu para aguar. Essa virose pega no ar e minha mãe e eu tb pegamos... é ruim demais ficar dodoi e o filhote tb.

quarta-feira, junho 22, 2011

Feira do Bebê

Não é para fazer propaganda mas a feira do bebê de BH está ótima!!!
Comprei muita roupinha, brinquedo, malas e um andador para o Thiago.
Ele adorou o andador mas por enquanto nao pode brincar nele. Segundo uma amiga nossa que é fisioterapeuta o andador só pode ser usado depois que o bebe ja fica sentado sozinho pois antes disso pode comprometer a coluna. Thiago já fica sentado mas nao sozinho.
Ms foi tao bom a feira.. eu amei o lugar e meu filhote amou os presentes.

domingo, junho 19, 2011

Formas estimulantes de brincar com um bebê

4 a 6 meses

Nesta idade, o bebê começa a ficar bem mais ativo, ao aprender a virar de um lado para o outro e a se sentar. Outra novidade é a habilidade de segurar, manipular e levar objetos à boca, algo que o ocupará por horas a fio e exigirá atenção redobrada da sua parte.

As crianças passam também a responder melhor às tentativas de entretê-las, soltando gritinhos de alegria e olhando os pais nos olhos.

Bolinhas de sabão
Elas são simplesmente irresistíveis, e agora a visão do seu filho já o permite acompanhá-las a uma maior distância. No meio de uma crise de choro, procure uma área externa e comece a assoprar as bolinhas só para ver o que acontece: as lágrimas param na hora. E se puder ir a um local onde crianças maiores estejam brincando, melhor ainda. Elas virão correndo para olhar as bolhas também e acabarão entretendo o bebê só com sua presença. Outra vantagem é que esse é um brinquedo fácil de transportar e barato.

Vou te pegar!
Não há criança no mundo que resista à ameaça de um monte de beijos, abraços e cócegas. É só dizer: "Júlia: estou vendo você sentadinha aí... Acho que vou aí te pegar e te encher de beijinhos. Vou te pegar! Vou te pegar! Te peguei!". Faça então o prometido e veja só que gargalhadas gostosas vai receber.

Você pode também ameaçar de "comer" pés, mãos e barriga, outro sucesso garantido. Quando seu filho for mais velho, modifique um pouco a brincadeira, acrescentando uma corrida de pega-pega pela casa (aliás, essa brincadeira é uma maravilha de fazer quando você está atrasada e ele "emperra" que não quer sair de jeito nenhum -- é só começar com um "Cuidado que eu vou te pegar…" em direção à porta).

Dedo mindinho, seu vizinho…
Pegue delicadamente cada dedinho do seu filho e vá dizendo o famoso "dedo mindinho, seu vizinho, pai de todos, fura-bolos e mata piolhos", terminando com seus dedos da mão escorregando para a barriga dele, em uma coceguinha gostosa.

Há também a versão para os dedos dos pés, começando pelo dedão: "Este porquinho foi ao mercado; este porquinho ficou em casa; este porquinho comeu carne assada; para este porquinho, não sobrou nada. E este porquinho aqui veio gritando ... (e aí é a hora de subir com seus dedos até a barriga, para fazer cócegas) até chegar em casa".

Esse tipo de brincadeira é muito útil na hora de colocar meias e sapatos ou de distrair a criança para trocar a fralda sem muito vira-vira.

De barriga para baixo
É bem possível que seu pediatra já esteja aconselhando a colocar o bebê de bruços no chão (em cima de uma toalha mais felpuda ou um edredom), mesmo se ele reclamar um pouco, já que a posição é mais cansativa.

Ajude-o a se divertir com isso deitando-se também no chão de barriga para baixo e fazendo um olho-no-olho. Depois, vire-o devagarzinho de um lado para o outro fazendo algum som engraçado (pode até ser um simples "Opa" a cada virada) para incrementar a atividade.

Bebê voador
Agora que a cabeça está mais firme, já dá para brincar de aviãozinho ou de foguete, fazendo o bebê "voar" na horizontal, deitado e bem apoiado entre seus braços (papais costumam ser craques nessa brincadeira). Uma variação é brincar de elevador: você segura o bebê no colo e sobe e desce em direção ao chão com ele, contando os andares ao mesmo tempo (a menos que esteja em excelente forma física, você não precisa se agachar até o chão!).